Páginas

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Programa Eco-Prático

Oi Gente,

Eu queria falar para vocês assistirem o programa Eco-prático; esse programa ajuda as pessoas a não estragar o meio ambiente.Eu assisto o programa e já vi problemas de outras casas que a minha também tinha, e aí meu pai e minha mãe resolveram com as dicas do programa.



O programa Eco-Prático passa Domingo 21h e Quarta 19h30-TV Cultura

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Economizar água: dicas e equipamentos para o uso racional da água
Veja como você pode economizar água nas atividades diárias e ajudar na preservação do meio ambiente

Cada vez mais as pessoas estão conscientes sobre a necessidade de preservar o meio ambiente e de agirem de forma sustentável. O uso racional da água é constantemente citado em conferências e grandes tratados ambientais. Essencial para a sobrevivência humana, a água doce se tornará cada vez mais escassa se não a utilizarmos conscientemente. Em muitos países isto já é uma realidade.

Veja abaixo dicas para economizar água:

Tome banhos mais rápidos. Cada minuto a menos no chuveiro pode evitar o desperdício de 23 litros de água, dependendo do chuveiro.

Concerte vazamentos de água. Se você tem uma torneira pingando, conserte-a logo – o desperdício de água pode chegar a 2.000 litros de água por mês. Não tente apertar mais a torneira, pois isto desgastará a arruela e agravará o vazamento.

● Sempre que abrir uma torneira e esperar a água ficar quente, guarde a água fria numa jarra ou balde e use-a para regar as plantas, encher o bule ou qualquer outra finalidade. Você pode economizar 4 litros de água a cada vez que fizer isso.

Feche a torneira quando estiver escovando os dentes ou se barbeando. Uma torneira aberta pode desperdiçar até 15 litros de água por minuto.

● Se tiver a opção, use a meia-descarga no banheiro, sempre que for apropriado. Você poderá economizar 8 litros de água por descarga.

Só use a máquina de lavar na capacidade total. A redução do número de lavagens pode poupar grande quantidade de água – modelos com abertura superior chegam a usar 240 litros por lavagem.

Não use a lava-louças com poucas peças. Cada ciclo de lavagem evitado representa uma economia de até 50 litros de água.

● Ao lavar a louça manualmente, enxágüe os pratos na pia cheia de água em vez de sob a torneira. Você pode economizar até 15 litros de água por minuto.

Lave frutas e verduras em uma bacia com água ou na pia cheia até a metade em vez de sob a torneira. Isso pode reduzir o consumo de água em mais de 30 litros de água a cada vez.

● Ao lavar o carro, use balde e esponja no lugar da mangueira. Se usar apenas seis baldes, a economia chegará a 150 litros de água por lavagem.

● Para limpar entradas, caminhos e calçadas, use a vassoura em vez da mangueira com água corrente.

Reduza gradualmente a freqüência com que costuma regar o jardim. Isso levará as plantas a desenvolver raízes mais fortes e profundas.

● Não regue o jardim nos períodos mais quentes do dia; faça-o de manhã cedo ou à noite.

● Mesmo que não haja racionamento, gaste o mínimo possível de água molhando áreas gramadas. Aumente a resistência da grama evitando deixá-la muito curta (o tamanho ideal é de 3 cm), arejando-a ocasionalmente com um ancinho para melhorar a penetração da água e evitando excessos no uso de fertilizantes, pois, quanto mais fertilizante, mais água é necessária para manter a grama viçosa.

Voluntários ajudam a cuidar de pingüins em Salvador

Voluntários ajudam a cuidar de pingüins em Salvador

Assim que chegam a instituto, animais são examinados, alimentados e tomam medicação.
Auditório recebeu gaiolas e caixas para acomodar 'visitantes'.

Cerca de 200 pingüins já foram levados ao Instituto Mamíferos Aquáticos, de Salvador, neste ano. Eles não param de chegar à capital baiana e o número de animais machucados é tão grande que os cientistas estão preocupados e precisam de ajuda para devolvê-los à natureza com saúde.

Assim que chegam ao instituto, os pingüins são examinados, alimentados e tomam medicação. Nas nadadeiras, números identificam cada um dos animais, que têm até prontuários. Depois de pesados, eles recebem atenção e cuidados especiais de veterinários, biólogos, técnicos e voluntários.Há animais espalhados por todas as salas. Como não param de chegar pingüins, profissionais e voluntários tiveram que improvisar.

O auditório da instituição recebeu gaiolas e caixas para acomodar os animais em recuperação. “A gente tem gasto de 15 a 20 quilos de sardinha por dia”, diz a veterinária Raquel Velozo. Os animais devem passar cerca de 60 dias em recuperação, na Bahia.

A aparição de pingüins nas praias do Nordeste não é comum. Mas pesquisadores registram aumento no número dessas aves marinhas encontradas no Brasil neste ano. Os animais que chegam às praias brasileiras são da Patagônia, na Argentina, onde vivem em colônias.






Essa reportagem eu peguei no site da Globo(www.g1.globo.com)

O grupo lobo.



Historial do Grupo Lobo


Devido à sua situação populacional, o lobo é uma das espécies que, a nível mundial, tem motivado maiores esforços com a finalidade de evitar a sua extinção. Se não actuarmos de uma forma concreta e positiva, perderemos mais uma espécie animal, empobrecendo o nosso património natural.

A existência do Grupo Lobo resulta da necessidade de divulgar novos factos sobre o lobo, predador que nos habituaram a ver como demoníaco e que existe apenas para castigo do Homem. Hoje em dia estes conceitos estão completamente desactualizados mas, infelizmente, os novos conhecimentos sobre este animal estão pouco divulgados junto da opinião pública.

Um dos fundadores da associação, o Doutor Francisco Petrucci-Fonseca (Centro de Biologia Ambiental / Departamento de Zoologia e Antropologia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa), ocupa actualmente a presidência e é o responsável pelas acções de investigação e de divulgação, a nível nacional, desenvolvidas pelo Grupo Lobo.

O Grupo Lobo tem a sua sede social nas instalações do Departamento de Biologia Animal da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

São orgãos nacionais sociais do Grupo Lobo a Assembleia Geral, a Direcção Nacional, um Conselho Fiscal, uma Comissão Jurisdicional e um Conselho Técnico. Cada um destes órgãos tem constituição e objectivos próprios conforme expresso nos estatutos.

O GL conta já com cerca de 1.300 associados e o Centro de Recuperação do Lobo Ibérico, uma das actividades do Grupo Lobo, conta com cerca de 3.900 pais adoptivos.

O GL está filiado no Eurogroup for Animal Welfare (Bruxelas) e na World Society for the Protection of Animal Welfare (Londres) e o seu Presidente é membro do Wolf Specialists Group da International Union for Nature Conservation (IUNC).