Páginas

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Rojões

Rojões, fazem muito mal para os animais. Em época de festas ou em jogos de futebol se soltam muitos rojões, pássaros, cachorros e gatos sofrem muito com isso. Podia existir uma lei em que rojões com sons não pudesse mais ser lançado, e sim só os coloridos, sabe? Aqueles sem som, só com cor.
Além de machucar a audição dos animais, pode machucar pessoas e poluir muito o meio-ambiente. Acho super errado esses rojões e sou contra a venda.
Aqui tem algumas maneiras de como proteger seu animal de estimação:


7 dicas para proteger seu animal do barulho dos rojões

1. Evite fugas
A primeira coisa a fazer nas noites de festa é fechar bem as portas e as janelas. No desespero, cães e gatos tentam fugir.

2. Crie um refúgio
Coloque seu bicho em um lugar onde ele se sinta seguro. Se puder se antecipar aos fogos, monte um refúgio com água, comida, casinha e brinquedos. Mantenha a luz acesa e, se ele estiver acostumado, deixe TV e rádio ligados. Converse um pouco e faça carinho.

3. Jamais ofereça a comida da ceia
Cuidado redobrado nas comemorações de fim do ano. Pode até ser que o peru esteja divino e a maionese seja light... Mas nada de dar ao seu bicho a comida da ceia de Natal ou de réveillon! Problemas de digestão, somados ao pânico que ele sente dos rojões, podem levá-lo à morte! Alimente-o com a ração de costume e ofereça água. Evite até dar os biscoitinhos dele.

4. Solte a coleira
Não deixe seu cachorro ou gato na coleira. Muitos animais, quando presos, morrem por enforcamento, no desespero de fugir dos fogos e rojões. Se precisar isolá-lo, deixe-o fechado num quartinho.

5. Acalme-o
Homeopatia, florais e acupuntura podem diminuir o medo e a ansiedade do seu animal. Mas esses tratamentos devem ser feitos ao longo do ano. Em casos graves, o veterinário pode aplicar um sedativo.

6. Deixe o bicho no canto dele
Se ele se esconder deixe-o no cantinho que ele escolheu. Provavelmente ele se sente seguro ali.

7. Não faça carinho
Ele entenderá o gesto como aprovação e vai achar que é certo ter medo do barulho. Fique ao lado dele sem paparicá-lo.

Essas dicas são para seu animal de estimação, mas e para os que não tem casa, os que vivem na rua?
As pessoas deveriam pensar um pouco antes de agir, não?