Páginas

domingo, 14 de dezembro de 2014

Fotografando

Hoje vim mostrar um pouco do meu novo hobbie, a fotografia. Na verdade não posso nem dizer mais que seja um hobbie, mas sim, parte de mim. "Descobri" a fotografia no ano passado, e comecei a me apaixonar cada vez mais pelas câmeras e pela sensação que as fotos me passam. Cada foto de cada pessoa traduz o que ela sente, o que ela quer mostrar, e acho que não há maneira mais simples de alertar as pessoas do que as mostrando a realidade. Vou mostrar abaixo algumas das fotos tiradas por mim, e uma edição que acabei fazendo e gostando, espero que gostem também.


terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Natal Criativo

O Natal está chegando e muita gente não tem tempo para procurar sua própria árvore, ou até mesmo espaço para colocá-la. Então, o blog Reciclar e Decorar fez uma postagem super legal sobre ideias de árvores de natal recicláveis, apenas feita com coisas que você possui na sua própria casa, sem acumular espaço e que pode ser feita em um fim de semana.
Utilizando-se dos mais diversos materiais como feltro, madeira, bolinhas, luzes, telas, panos, decotape, festão, adesivos, etc e sem gastar muito, o que é sempre bom, sua decoração vai ficar ainda mais especial.
Veja uma das ideias e inspire-se a copiar:
Árvores de natal criativa de parede com adesivoÁrvores de natal criativa de parede com pisca-pisca

Árvores de natal criativa de parede feita com papel colado diretamente na parede e pisca-pisca

Árvores de natal criativa de parede feita em tela e pintura

Árvores de natal criativa de parede com decotape

Árvores de natal criativa de parede com fitas e cartões

Árvores de natal criativa de parede com pallet

Apenas algumas ideias para seu Natal. Espero que tenham gostado.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Acordo climático entre EUA e China?



Finalmente, parece que algum acordo climático pela redução de emissões de gases poluentes entre as duas maiores potencias mundiais e poluidoras, foi feito. China e Estados Unidos concordaram em reduzir suas emissões de gás carbono lançados na atmosfera. A China chegou até a estabelecer uma meta concreta de redução até 2030. E os Estados Unidos continuam fortalecendo as normas ambientais sobre as grandes indústrias. O acordo entre as duas grandes potencias, devem contribuir para um acordo mundial sobre o clima na conferência de Paris, em 2015.
A conferência de Paris, tem como objetivo criar um novo acordo que substitua o Protocolo de Kyoto de 1997 que foi um pouco (ou muito) decepcionante em seus resultados.
"O objetivo da ONU, para os próximos anos, é limitar a elevação do aquecimento global em até 2ºC, isto é, níveis pré-indústria. Cientistas dizem que, a continuar pelos níveis de crescimento atuais, o clima terrestre pode entrar em colapso."
O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,a-conferencia-de-2015-sobre-o-clima-imp-,1156542O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link
O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,a-conferencia-de-2015-sobre-o-clima-imp-,1156542
O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,a-conferencia-de-2015-sobre-o-clima-imp-,1156542
O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,a-conferencia-de-2015-sobre-o-clima-imp-,1156542

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Surabaya Zoo - o pior zoológico do mundo


Surabaya Zoo, esse é o nome do pior zoológico do mundo, encontrado na Indonésia. É o maior zoológico do país, e com toda certeza poderia já ter sido fechado a muito tempo. No zoológico, os animais sofrem maus tratos, não possuem comido o suficiente, o espaço correto para sua sobrevivência e muito menos os cuidados mínimos de higiene e saúde. Não existe nenhum financiamento do governo, não existem veterinários no zoológico, e muitos dos funcionários respondem por crimes de tráfico de animais silvestres. O Surabaya Zoo já está acostumado a ser uma das principais notícias diárias de todos os jornais ao redor do mundo. No site do próprio zoológico, podemos ver uma frase de sua "missão e valores": 

"Conservation, education, research and recreation."
"Conservação, educação, pesquisa e recreação."


Conservação e educação é uma das muitas coisas que faltam no meio de todo o zoológico, entre funcionários, diretores e visitantes. O governo não parece ter nenhuma iniciativa em fechar o zoológico ou ao menos tentar impedir essa crueldade.
Uma das piores notícias, o que foi o estopim para o Greenpeace e várias outras Ongs, foi quando uma foto de uma filhote de leão foi encontrado morto, enforcado em uma jaula por uma corda de uso dos tratadores.
A Indonésia também é a dona do rio mais poluído do mundo e se o governo não faz algo para mudar, os outros precisam fazer? Sim, é essa a resposta. Ongs espalhadas pelo mundo, se juntam para tentar mudar algo e fazer algum abaixo assinado que tenha ao menos alguma mudança. Eu não sei, realmente, se abaixo assinados podem mudar em algo, mas qualquer esforço é válido. Esse é o link de uma das petições para o fechamento do Surabay Zoo.
http://asiaforanimals.com/surabaya-zoo
e
https://www.change.org/p/dr-susilo-bambang-yudhoyono-close-surabaya-zoo


É triste ver algo como isso, triste ver que ainda existem lugares como esse e ver que o governo do pais não se preocupa em mudar algo, mudar algo em seu próprio território, mudar algo para sua própria imagem, mudar algo para o próprio mundo. Um dos países com maiores índices de pobreza no mundo, também enfrenta graves problemas ambientais.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Nota da Folha de São Paulo sobre a Amazônia.





Esses dias o jornal Folha de São Paulo publicou uma nota chamada "Amazônia morre e jornais não veem", esse nome vem pelo o que parece ser o despertar da imprensa para a devastação da Amazônia, vindo do prejuízo econômico causado pela seca do Sudeste, já que grande parte da economia gerada pelo Sudeste e que sustenta o país, precisa das águas trazidas da Amazônia pelos ventos durante seis meses do ano, (nessa época agora), se a agua não chega, a economia para e o país inteiro se empobrece.
E nos meses de agosto e setembro desse ano, foram desmatados 122% a mais que os mesmos meses do ano passado. Dizem que o governo já conhecia esses dados antes do segundo turno da eleição, mas resolveram divulgar depois.
No Brasil a formação das chuvas se inicia na Amazônia e a umidade do ar se espalha com o vento para o território inteiro do país, mas com o desmatamento o fluxo de umidade entre Norte e Sul do país não ocorre, causando secas nessas regiões, como já está acontecendo em São Paulo e outros estados do Sudeste.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Valores do IPCC



No dia 2 de novembro de 2014, o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da ONU (IPCC), divulgou na reunião de Copenhague um novo relatório das mudanças climáticas e seus danos ao mundo. Pelo o que o relatório diz, alguns terríveis danos já causados por anos de despreocupação com o meio ambiente podem nunca mais serem recuperados no planeta.

Mas primeiro de tudo, precisamos saber o que é o IPCC. O IPCC é o que apresenta informações científicas e sócio-econômicas para que se possa entender as mudanças climáticas.

Em relação ao relatório publicado no dia 2, o diretor do IPCC, Rajendra Pachauri, comentou: "A influência humana no sistema climático é clara, quanto mais perturbamos nosso clima, mais riscos temos de impactos graves, amplos e irreversíveis."

Lemos esse relatório, que na verdade deveria nos deixar chocados em pensar que nosso planeta - e junto, a nossa vida - poderá acabar em poucos anos, e logo o esquecemos por ser algo tão frio que nem sequer nos assustar consegue. O meio de se passar informações é preciso mudar e o meio de se agir, precisa começar.

Talvez falte educação no mundo, educação na maneira de agir e pensar da população não só de um país, mas sim de vários. Talvez falte informação para alguns povos, mas não para todos. Talvez falte meios de agir, não, não faltam. Talvez falte conscientização. Talvez falte ações, educação, conscientização e ainda mais, exemplos.

Climate Reality - dia 2 e 3.

O treinamento está chegando ao fim e hoje vou voltar para casa. Não comentei sobre o dia 2 porque realmente estava muito cansada. Mas o dia foi apenas de apresentações do ex vice presidente Al Gore. Ele apresentou um slide longo em que mostra a realidade climática do mundo e apresenta algumas formas de soluções. No material que recebi, todas as fotos do slide veem com um espaço para que você possa fazer anotações e explicar a devida foto. No fim, todos os 750  participantes foram para o heliporto em que tiramos uma foto. Hoje, no último dia, teremos work-shops e o grupo terá que procurar formas de passar o que aprenderam para frente, agindo em equipe e sozinho. Terá também a cerimônia de Diplomação, em que ganharei um broche e um certificado (\o/), mas o mais importante é o que aprendi aqui, tudo o que aprendi. Olhar para valores mostrados pelo IPCC falando que os efeitos das mudanças climáticas podem acabar com o planeta, é simples, ficamos chocados por um momento mas logo depois esquecemos pensando que ainda temos muitos anos para tentar tomar uma iniciativa. Mas descobrir realmente como a situação do planeta está precária e pedindo urgência, é questão de fazer algo o mais rápido o possível pela sobrevivência de todos

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Climate Reality - Dia 1

Cheguei hoje, dia 04 de Novembro de 2014 ás 7:30 a.m. no aeroporto Santos Dumond, Rio de Janeiro. Estava bem nervosa para saber como seria isso aqui. Demorou pra caramba pra começar, mas um pouco depois das 9 horas consegui entrar e conhecer o grupo que faço parte. Somos separados em mesas e recebemos materiais, podendo escolher o livro em português ou inglês. O treino é como uma junção de palestras em que chega uma hora, que você fica realmente cansado e com sono, mas vale á pena. Hoje ouvimos mais sobre o que é a Realidade Climática, a perspectiva dos indígenas sobre as mudanças climáticas, a energia do futuro para o Brasil, como evitar o desmatamentos, inovações no manejo da terra no Brasil, e etc. Estou morrendo de sono já que não dormi noite passada e devo estar, mais ou menos, umas 32 horas acordada e estou morrendo de sono. 

Eu pensei realmente em desistir e não fazer o treino, porque algo chato havia acontecido no sábado e até ontem eu estive em um velório de uma amiga. Eu não estava bem para vir e não estava nem um pouco feliz ou animada, como estava antes. Mas depois que começou o Climate e recebi meu material e o crachá com meu nome, ai sim eu melhorei. 

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Serviços Gerais SP


Em 2011 foi criado o projeto Serviços Gerais, pelo artista plástico Rodrigo e os dois cineastas Filipe e Gustavo, eles tem como objetivo se juntar para fazer melhorias na cidade de São Paulo. Começou como um brincadeira para que, de alguma forma, pudessem fazer as pessoas pensarem sobre a relação do meio ambiente e nossa cidade, mas de algum tempo para cá o projeto foi reconhecido e começou a aparecer em várias matérias de jornais e revistas.Os Serviços Gerais pintam faixas de pedestres, limpam estátuas, consertam placas, como uma intervenção urbana, melhorando a aparência do local. Todo o trabalho e o dinheiro para o material saem dos próprios bolsos dos criadores. Eles gravam vídeos mostrando a reação das pessoas quando veem o trabalho sendo feito, você pode conferir no link servicosgerais.tumblr.com

Uma atitude como essa não é vista normalmente - na verdade nunca se é vista uma atitude como essa, - mas é algo que mostra como a cidade precisa de cuidados e como somos injustos ao vermos um pequeno grupo de pessoas limparem e arrumarem a cidade que sujamos e não fazermos nada para ajudar. 

sábado, 11 de outubro de 2014

Pirituba Acontece


A pouco tempo atrás meu pai havia comentado comigo sobre a Ana Laura, uma garota que tem por volta da minha idade e filha de uma conhecida dele. A Ana é jornalista e faz parte de um projeto chamado Click, um olhar curioso sobre o mundo. Entramos em contato e começamos a conversar sobre isso e eu conheci um pouco mais sobre o projeto que ela faz parte.

O Click, é um projeto da região de Pirituba, sobre Educomunicação, onde leva notícias e curiosidades para os moradores do bairro, e outros de tantas outras regiões, por meio da revista mensal, Pirituba Acontece. O projeto visa envolver os jovens da própria região. Envolvê-los para que acumulem novos conhecimentos e que possam levá-los para os outros também. 
A iniciativa começou em 2011 e oferece oficinas para que os jovens possam desenvolver a habilidade de interpretação, percepção, leitura e etc, visando sempre a importância de criar-se uma visão crítica sobre o mundo, coisa que aprendi desde pequena com meus pais, por isso criei o blog.

"Idealizado por Evelyn Kazan, o Click acolhe jovens da região por meio de iniciativas culturais e pedagógicas, realizadas em espaço cedido pelo Centro Universitário Anhanguera  Em 2013, o projeto recebeu sua terceira turma e pretende mobilizar ainda mais adolescentes."

Achei muito interessante essa organização cultural e informativa que a região de Pirituba procura ter, fazendo com que os moradores do próprio bairro se envolvam cada vez mais na situação da nossa cidade. É um projeto diferente que não vemos em qualquer lugar ou qualquer bairro, não é algo que possa ser deixado de lado, pois uma pequena iniciativa como essa que começou em 2011, hoje é grande e envolve várias pessoas.

Para mais informações, vocês podem visitar a página do Click, um olhar curioso sobre o mundo, clicando aqui.

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Climate Reality Leadership Corps Training Brasil

A campanha Climate Reality Leadership Corps Training é um encontro com líderes de todo o mundo para discutir sobre as mudanças climáticas que estão acontecendo hoje em dia. Esse evento ocorre a bastante tempo em vários países, cada ano em um, e em 2014 esse encontro será no Rio de Janeiro durantes os dias 4 e 6 de novembro. Para participar a pessoa precisa ter mais do 13 anos. Eu me inscrevi só para ver no que dava, e acabou que eu fui escolhida para participar do evento esse ano. O curso ou treino, será de graça, mas os participantes precisarão arcar com as despesas de passagens aéreas e hotel, como sou menor de idade, algum responsável (minha mãe, no caso) irá junto. As palestras lá serão totalmente em inglês e serão dadas por pessoas muito importantes, como o ex vice-presidente Al Gore. Estou realmente ansiosa para isso e só de pensar que terão pessoas de todo o mundo, já me causa arrepios. O próprio Climate Reality mandou uma lista de sites em que eu poderia pedir doações para ajuda de custo, então aqui estão alguns em que fiz o pedido:

Obrigada, e me desejem sorte. :)

sábado, 27 de setembro de 2014

Paul McCartney

Apesar da minha pouca idade, The Beatles é uma banda que alcançou gerações e continua alcançando. E a pouco tempo atrás, o Beatle Paul MCartney gravou um vídeo promovendo a campanha "Meat Free Monday", em que pede para que as pessoas fiquem pelo menos um dia na semana (segunda-feira) sem comer carne."Preciso da sua ajuda. Tudo o que quero é que se inscrevam em pledge.meatfreemondays.com e assinem a petição em apoio à ideia das segundas-feiras sem carne. Por favor, façam isso. Vamos enviar todas estas assinaturas aos políticos para que façam alguma coisa" É isso o que ele diz para promover a dieta das segundas-feiras sem carne. Além de Paul McCartney, no vídeo também aparecem vários outros famosos, como Mayim Bialik da série A Teoria do Big Bang. Paul, já é vegetariano há vários anos e pede sua ajuda para apoiar a luta contra as mudanças climáticas e a sustentabilidade.


terça-feira, 23 de setembro de 2014

Fotografia e adoção

O fotógrafo húngaro, Sarolta, é conhecido por suas fotografias surreais, e dessa vez ele decidiu usar cães abandonados para alterar a percepção das pessoas sobre esses animais e ajudar a campanha
Help Dogs with Images (Ajude Cães com fotos), uma campanha que estimula a adoção de cachorros de rua. No momento estou procurando estudar fotografia, pois de uns tempos para cá isso me chamou muito a atenção, e então esse trabalho de Sarolta mostra que podemos mudar algo a partir das fotos.


domingo, 31 de agosto de 2014

Escassez de água até na Coca-Cola

No norte da Índia, em Uttar Pradesh, uma fábrica da Coca-Cola foi obrigada a fechar suas portas pela escassez de água que está ocorrendo á um bom tempo no local. Agricultores reclamaram para o governo que a fábrica usa uma grande quantidade de água e a desperdiça, sendo que a Coca-Cola já está sendo pressionada pelo governo da Índia desde o ano passado pela escassez de água, ela foi obrigada a fechar. Em 2013 a Coca-Cola havia pedido autorização para o governo, para fazer um engarrafamento dos lençóis subterrâneos até sua fábrica, coisa que fez com que vários agricultores se rebelassem e impedissem que isso fosse feito. A multinacional não aceitou muito bem a questão e rebateu as críticas alegando que usam a água de forma responsável e partilham do interesse na sustentabilidade. Mas apesar de toda essa encrenca, as águas subterrâneas da Índias estão sofrendo com a escassez e a quantidade exagerada do uso da água pelos próprios agricultores que procuram usar as grandes empresas - como Pepsi ou Coca-Cola, para apoiarem a culpa.