Páginas

sábado, 18 de julho de 2015

Mudanças Climáticas: O que são elas?

Faz algum tempo que venho falando aqui sobre mudanças climáticas, mas o que são elas? O que são essas mudanças climáticas que afetam todo o mundo e nossas vidas?

O que são as Mudanças Climáticas?
As mudanças climáticas é o aumento da temperatura média da Terra. A grande quantidade de emissão de gás carbono (ou outros gases de efeito estufa), prendem o calor na atmosfera da Terra. Isso pode causar desde chuvas torrenciais e inesperadas, até ondas de calor extremo.

Quais são as causas das Mudanças Climáticas?
Causas naturais podem ocasionar essas mudanças climáticas, mas de forma correta e com o tempo, não acelerando o processo, como as indústrias estão fazendo. O desmatamento, à queima de combustíveis fósseis e à agricultura intensiva, são exemplos de processos que liberam gases poluentes em nossa atmosfera.

Quais são os impactos e efeitos causados por elas?
Todos nós sofremos com os efeitos das mudanças climáticas. Podemos perceber pelas catástrofes "naturais" em vários países, derretimento das calotas polares, algumas regiões mais úmidas e outras mais secas e etc. De qualquer forma, estamos sendo afetados.


A NASA tem lançado alguns videos chamados de "Minuto da Terra", e a Unilever está com uma grande campanha chamada Futuro Melhor, em que mostra como pequenos atos fazem a grande diferença em todo o mundo, seja compartilhando filmes inspiradores ou fazendo uma boa ação, participe.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Frederica Frida e Nina

Não sei se postei aqui na época, provavelmente ainda estava afastada daqui, mas em setembro de 2014 encontramos um filhote perdido na rua. Era uma cachorrinha com a cara de rottweiler. Meus pais a acharam enquanto eu estava na escola, minha mãe contou que ela estava no meio da rua e quando meu pai parou o carro, ela entrou de baixo da roda. Depois daquela situação, ela não saiu mais de casa. Não queríamos outro cachorro, mas quando ela apareceu, não teve outra. Estava cheia de pulga e era apenas uma bolinha de pelo. Ela era assim:
 E agora está assim: (gigante)
Além de ser destrambelhada e ter feito uma zona nas nossas vidas, ela é mais fotogênica que eu, e tem até instagram pessoal @FredericaFrida e já foi até reconhecida na "rua". Uma coisa que tenho que explicar, é que o nome Frida, não foi em homenagem á Frida Kahlo, como muita gente pensa, mas foi porque fazia tempo que eu queria ter um cachorro para se chamar Frodo (do Senhor dos Anéis), mas encontramos ela, uma fêmea, então se tornou Frida.

E...para nossa surpresa, a mais ou menos 1 mês atrás, encontramos outra cachorrinha pronta para ser atropelada no meio da avenida. Essa já tem 1 ou 2 anos, e estava extremamente machucada. Não queríamos nenhum cachorro, e agora de brinde, temos dois. Pelo menos eu sei que salvamos duas vidinhas. Meus pais não queriam mais um cachorro, e na verdade, nem eu, pensei que isso afetaria a Frida que já esta conosco a mais tempo, e a Nina estava com um tumor, até quimioterapia ela teve que fazer, e pedi ajuda para uma famosa ONG que protege cães de rua, e tem até um programa na Tv (ou participações em um programa que eu não sei bem como é), mas ninguém, nunca, respondeu aos meus e-mails. Sinceramente, fiquei muito decepcionada com essa reação dessa ONG que eu tinha grande respeito por ela, mas por fim, nós mesmos cuidamos e ainda estamos cuidando dessas duas.
Essa é a Nina: (Ps': ela está sem pelo agora porque foi tosada, mas ela é toda peludinha)
"Os cães são o nosso elo com o paraíso. Eles não conhecem a maldade, a inveja ou o descontentamento. Sentar-se com um cão ao pé de uma colina numa linda tarde, é voltar ao Éden, onde ficar sem fazer nada não era tédio, era paz." - Milan Kundera

sábado, 11 de julho de 2015

Fazenda da Biacica

No dia 09/07, em uma quinta-feira, eu fui visitar uma tal Fazenda da Biacica no Itaim Paulista, essa fazenda existe desde 1682 e infelizmente está á Deus dará hoje. A propriedade foi tombada pelo Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo), o que significa que a antiga chácara foi reconhecida como patrimônio histórico, a questão é por que ela não é tratada como tal? O casarão, na verdade, era uma capela de taipa construída em 1682 e de características luso-brasileiras. Quando a capela começou a entrar em estado de decadência, ela foi comprada por Levén Vampré para usá-la como casa de veraneio.
Vampré introduziu elementos artísticos de modo a valorizar a natureza sacra da antiga edificação, idealizando um passado em que o catolicismo teria exercido influência benéfica sobre os indígenas, primitivos habitantes da região.
E mais tarde, entre 1944 e 1968, foi também habitada pela família Fontoura, associando seu nome á chácara e também fazendo mudanças. O CONPRESP reconheceu o valor cultural e ambiental da Chácara dos Fontouras através do tombamento em 1994, o que já era preocupação de Mário de Andrade em 1937, quando visitou a casa como técnico do IPHAN. 
Aqui estão algumas das fotos que tirei do lugar quando estive lá, foi realmente uma experiência nova e assustadora, o que me fez voltar para casa cheia de picadas de pernilongos e boas fotos, valeu á pena.

Espero que tenham gostado da postagem e das fotos, quero melhorar em minha fotografia e espero que esteja conseguindo haha'
Fontes: Revista Eletrônica de São Miguel