Páginas

sábado, 11 de julho de 2015

Fazenda da Biacica

No dia 09/07, em uma quinta-feira, eu fui visitar uma tal Fazenda da Biacica no Itaim Paulista, essa fazenda existe desde 1682 e infelizmente está á Deus dará hoje. A propriedade foi tombada pelo Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo), o que significa que a antiga chácara foi reconhecida como patrimônio histórico, a questão é por que ela não é tratada como tal? O casarão, na verdade, era uma capela de taipa construída em 1682 e de características luso-brasileiras. Quando a capela começou a entrar em estado de decadência, ela foi comprada por Levén Vampré para usá-la como casa de veraneio.
Vampré introduziu elementos artísticos de modo a valorizar a natureza sacra da antiga edificação, idealizando um passado em que o catolicismo teria exercido influência benéfica sobre os indígenas, primitivos habitantes da região.
E mais tarde, entre 1944 e 1968, foi também habitada pela família Fontoura, associando seu nome á chácara e também fazendo mudanças. O CONPRESP reconheceu o valor cultural e ambiental da Chácara dos Fontouras através do tombamento em 1994, o que já era preocupação de Mário de Andrade em 1937, quando visitou a casa como técnico do IPHAN. 
Aqui estão algumas das fotos que tirei do lugar quando estive lá, foi realmente uma experiência nova e assustadora, o que me fez voltar para casa cheia de picadas de pernilongos e boas fotos, valeu á pena.

Espero que tenham gostado da postagem e das fotos, quero melhorar em minha fotografia e espero que esteja conseguindo haha'
Fontes: Revista Eletrônica de São Miguel

2 comentários:

Unknown disse...

Parabéns pelas fotos é realmente fantástico ver a historia do brasil ainda de pé.

Anônimo disse...

Como fez para visitar a chácara?
Juliana Fernandes